Lightning Network
K. Rezio avatar
Escrito por K. Rezio
Atualizado há mais de uma semana

Neste artigo, explicamos porque resolvemos investir nessa tecnologia ainda recente e pouco adotada, mas que promete revolucionar a forma como as pessoas trocam valor. E também mostramos como usar Lightning na prática com o app Bitybank.

Em resumo:

  • Lightning é a tecnologia que permite que o Bitcoin seja usado no dia a dia

  • É a segunda camada da rede Bitcoin

  • Permite transações rápidas (tempo real ou poucos segundos)

  • Com Lightning é possível enviar a partir de 1 satoshi

  • Possui taxas super baixas, a partir de 1 satoshi por transação

LIGHTNING NETWORK

Lightning é a tecnologia que possibilita que o Bitcoin seja usado no dia a dia.

"Mas como assim? Não era possível usar Bitcoin antes da Lightning?"

MINERAÇÃO

Como você já deve saber, as transações de Bitcoin são registradas na blockchain por meio de um processo chamado mineração.

Ao minerar um bloco válido, os mineradores incluem as transações e elas são validadas a partir dessa confirmação (a partir de 3 confirmações - 3 blocos - é amplamente aceito na comunidade dos desenvolvedores, estudiosos e entusiastas que uma transação passa a ser irreversível).

O PROBLEMA

O problema é que esse processo leva em média 10 minutos (mas pode levar 1 hora, ou mais, para ser concluído). Isso torna inviável o uso do Bitcoin na rede principal para compras pequenas e/ou que exigem confirmação rápida.

Além do tempo de espera, as taxas também são um desafio adicional: cada bloco comporta apenas 1 MB de dados, o que limita (muito) o número de transações que podem ser incluídas em cada bloco.

Por isso, em alguns momentos as taxas de mineração vão para a Lua antes do preço do Bitcoin (piada interna dos bitcoiners). Ou seja, é caro e demorado mandar bitcoins pela rede principal.

CARO E DEMORADO?

É claro que tudo depende de perspectiva: por diversas vezes, monitorando a blockchain do Bitcoin, nos deparamos com transações de Bilhões de dólares que foram feitas pagando centavos de dólares em taxas.

Entretanto, para comprar um cafezinho de R$ 3,00, por exemplo, pagar R$ 12,00 em taxas de mineração e esperar 10 minutos para confirmar a transação não parece algo prazeroso.

A SOLUÇÃO DO PROBLEMA

A Lightning Network é a segunda camada da rede Bitcoin. Ela está sendo desenvolvida por alguns dos melhores e mais respeitados programadores do mundo.

Em resumo, Lightning é um protocolo que define regras para usar uma camada adicional interligada (paralela) à rede Bitcoin (que é a camada principal ou primeira camada).

Bitcoin (com B maiúsculo) é a rede blockchain - um livro disponível publicamente que registra todas as transações da moeda BTC). Enquanto isso, bitcoin (com B minúsculo) é a criptomoeda que é movimentada na blockchain e tem suas chaves armazenadas nas carteiras (wallets) de seus proprietários.

COMO FUNCIONA A LIGHTNING NETWORK

A camada Lightning é baseada em canais.

Dois participantes abrem um canal entre eles e compartilham uma quantidade X (normalmente pequena) de satoshis (frações de Bitcoin) para dar liquidez ao canal.

Eles fazem isso criando uma transação inicial na camada principal (chamada transação on-chain ou "na blockchain").

Essa transação é previamente configurada para que, ao fechar o canal, seja publicada como uma transação final que mostra o saldo final das duas partes.

Assim, os dois podem fazer várias transações off-chain (fora da blockchain) entre si (e com outros participantes), numa velocidade muito mais alta e com taxas muito mais baixas, e, ao encerrar, os dois participantes fecham o canal.

Em resumo:

  • Lightning funciona com o uso de canais

  • Um canal é um ponto de conexão entre dois participantes

  • Para abrir um canal, um dos participantes inicia uma transação na camada principal da rede Bitcoin

  • Os participantes conectados por um canal podem transacionar várias vezes pagando zero ou baixíssimas taxas até fecharem o canal

  • Ao fechar o canal, uma versão final da transação on-chain é publicada com os saldos finais dos dois participantes

  • Os canais podem se conectar entre si, criando uma grande rede de pagamentos de satoshis (frações de BTC) que opera em alta velocidade e com taxas super baixas

Todas essas características (vantagens) se somam com todos os benefícios da criptomoeda e da rede principal do Bitcoin. Algumas delas são, inclusive, potencializadas. Para exemplificar, a privacidade das transações na rede Lightning são ainda maiores do que na rede principal (camada 1).

Se você gostou do artigo avalie. Acompanhe nossos conteúdos aqui e também nas redes sociais (@bitybank.com.br em quase todas).

E se ficou alguma dúvida, fale com nosso time de suporte aqui no chat (canto inferior direito).

Um abraço e até a próxima!

Israel Buzaym - Diretor de Marketing

Respondeu à sua pergunta?